Emagrecer vs Perder peso.

O mesmo peso, outro corpo.

A foto acima é um excelente exemplo quando digo que perder peso nem sempre é a solução.

Esta é Sofia, residente em Boulder, Colorado -EUA-, ela esteve recentemente no ‘perfil do atleta’  do dia 08/07/13 da Flatirons CrossFit (http://www.flatironscrossfit.com/main/blog.html) e como vocês podem perceber ela tem o mesmo peso de quando não treinava e com corpos completamente diferentes, por que?

O que vemos aqui é conhecido com Composição Corporal, ou seja, você não é feito só de gordura, ou músculos e sim de um conjunto deles, além de toda a água do seu organismo, ossos e tudo mais.

Quando a maioria das pessoas pensam em melhorar sua aparência, ainda se fala muito em emagrecer para isso. Só que não é explicado de forma plena que EMAGRECER é apenas diminuir o percentual de gordura corporal e não necessariamente perder peso. Para maioria das pessoas que estão numa faixa saudável de IMC (índice de massa corporal), perder peso não deveria ser a primeira alternativa, eu explico por que: Quando seu corpo aparenta estar “fofinho” mas seu peso fica na faixa de normalidade do IMC (se tiver dúvida sobre o seu índice de massa corporal calcule aqui: http://www.calcule.net/imc.calculo.indice.de.massa.corporal.htm) o que acontece é que seu percentual de gordura corporal aumentou e provavelmente a densidade da sua massa magra -ossos e músculos- diminuiu. Isso é ruim, já que com massa magra menos densa seu metabolismo desacelera e a chance de você engordar mais aumenta.

Agora, quando seu IMC passa de 25 ou pior, quando já ultrapassa a marca de 30, daí perder peso TAMBÉM  será importante por que sua composição corporal está com quase ou em determinados casos mais de 50% somente de gordura (com isso temos várias outras controvérsias como a banalização das cirurgias bariátricas e lipoaspirações que podemos trazer à tona em outro post). Contudo esses indivíduos que precisam perder peso não são a maioria da população que “acha” que tem que perder peso, compreendem?

Voltando a Sofia, que gentilmente permitiu o uso da foto para esta publicação (thanks again Sofia!).  Ela diz em sua entrevista que foi praticante de yoga por muitos anos, mas sentiu necessidade de atingir um novo patamar com relação a sua própria condição física, começou a treinar CrossFit e se identificou com o trabalho e a mudança não foi tão rápida, porém bastante perceptível. O que se observa é um aumento considerável da densidade da massa magra e uma grande diminuição da massa gorda, resumindo ganhando músculos mais densos você define e emagrece, sem perder peso ou perdendo pouco peso, e isso é bom!

Ter um corpo mais atlético, saudável e jovem (sim, algumas pessoas aparentam ter menos idade quando ficam mais bem condicionadas) é algo que está ao alcance de todos, mas não é para qualquer um… É preciso ter força de vontade, decidir melhor o que vai comer, não se sabotar e/ou se subestimar demais nos treinamentos, seja lá quais forem, pense sempre em estar melhor do que ontem e seus resultados serão atingidos, ou superados.

No próximo post vamos falar um pouco sobre alimentação.

Até a próxima.

Tiago Moura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: